WebDevXtream.com

+351 967 879 553
 
sexta, junho 23, 2017

Como a estrutura do seu Website afecta a sua optimização SEO

by / sexta, 15 fevereiro 2013 / Sê o primeiro a comentar Publicado em SEO

Como a estrutura do seu Website afecta a sua optimização SEO

No que respeita a treino em SEO, a maioria dos recursos existente na web, focam-se maioritariamente em dois pontos, nas palavras-chave e áreas chave do seu website, ou então na criação de backlinks.

Em todo o caso, quase na totalidade destes tutoriais, é aborda um assunto de relevância igual para a pesquisa natural do seu website, como qualquer outro tópico abordado. A sua estrutura. Na realidade, existe um grande número de formas em que a estrutura do seu website pode influenciar a sua performance global no que respeita a SEO, por isso tenha em conta de verificar os seguintes pontos, de forma a ter o seu site o mais Search-Friendly possível.

Ponto #1: Sistema de Navegação

Numa primeira vista, o sistema de navegação do website parece ser uma coisa que aparece de forma natural. E é verdade, você não planeia onde vai colocar cada página do seu website: categorias e hierarquias, começam-se a formar à medida que vai avançando no seu projecto.

No entanto no que respeita a SEO, este é um terrível erro! A estrutura do seu website, tem um peso tremendo na avaliação SEO global do seu website, e os elementos específicos que coloca, merecem uma atenção especial neste processo.

A sua primeira consideração em relação à navegação no site, é de evitar tipos de menu que impeçam os motores de busca de navegarem pelo seu website. Em particular, menus, todos eles feitos por exemplo em Flash ou Javascript. Enquanto estes formatos podem parecer altamente apelativos visualmente, é quase impossível para um motor de busca navegar pelos mesmos e “perceber” onde liga cada opção de menu.

Em vez deste tipo de menus, utilize outros baseados em XHTML ou CSS (ou no caso de ser mesmo necessário, imagens, desde que o atributo ALT esteja correctamente preenchido). Estes tipos de estrutura de navegação, são muito mais amigos dos motores de busca, o que permite a sua leitura e aumenta a probabilidade de as suas páginas serem “lidas” e indexadas pelos mesmos.

Mas para além da implementação do sistema de menus do seu website, você também deve prestar atenção à “profundidade” do seu website.

Com “profundidade”, referimo-nos ao número de cliques que são necessários efectuar para chegar a uma determinada página do seu website. Na perspectiva do SEO, um site onde são precisos 3 ou menos cliques para se chegar onde é pretendido, tem preferência, em relação a um onde é necessário um número maior de cliques.

Como bónus adicional, não se esqueça, que uma navegação curta, estruturada e concisa melhora a usabilidade do seu site, fazendo com que seja menos provável que os seus visitantes desistam do mesmo, quando procuram encontrar o conteúdo pretendido “naquela página lá do fundo”. Isto também faz com que a taxa de rejeição do seu website reduza, aumentando o tempo médio de permanência no seu website, ambos os factores onde se suspeita que tenham um papel muito importante no ranking SEO de um website.

Ponto #2: Ligações Internas

Claro que se o seu website é muito grande, e com isto digo um grande número de páginas, fazer o controlo de profundidade do mesmo, apenas através do menu pode não ser algo exequível. Se por exemplo tem 100 páginas no seu website, e precisas de 30 categorias de forma a ter todas essas páginas organizadas, tentar a nível de menu estruturar tudo de forma a limitar a 3 cliques o acesso a todas essas opções, talvez seja uma tarefa impossível de se realizar, ou sendo irá afectar a estética do seu website de alguma forma.

Por isso, enquanto estruturar a navegação no seu website, através do menu melhora a performance a nível de SEO, pode também reduzir o número de menus necessários para navegar no seu website, utilizando “Ligações Internas”.

No mundo do SEO, existem dois tipos de ligações:

  • Externas, são ligações que apontam para o seu website de um site de terceiros.
  • Internas, que consiste na ligação entre páginas individuas do seu próprio website.

A criação de ligações internas entre duas páginas do seu website, tem algumas vantagens a nível de SEO:

  • Como mencionado anteriormente, ligações internas reduzem o número de cliques necessários para aceder a uma página do website, permitindo aos motores de busca utilizar os seus crawlers de uma forma mais eficiente.
  • Ligações internas oferecem oportunidades, no que respeita à utilização de palavras-chave como texto âncora dessas mesmas ligações para a outra página.(No entanto só deve utilizar este recurso para páginas importantes, e não como regra)
  • A utilização de ligações internas melhora a experiência de navegação de um visitante, ao providenciar-lhes acesso a material adicional, que pode ser relevante para eles. E como resultado, tal a média de tempo de permanência (aumentando) no seu website, como a taxa de rejeição (reduzindo) melhoram, aumentando o potencial de SEO do seu website.

Felizmente, ao contrário do sistema de navegação do seu site, iniciar um sistema/processo de ligações internas no seu website é muito simples. Sempre que adiciona uma nova página, artigo ou opinião no seu blog, perca uns segundinhos a identificar palavras ou termos que os seus leitores iriam gostar de saber mais ou ter mais informação sobre o assunto.

E se conseguir identificar essas oportunidades, para recomendar leitura adicional, crie ligações internas para essas páginas.

Mais uma vez relembramos, que deve ter presente que existe algum benefício na utilização de ligações internas com palavras-chave importantes, não utilize esta técnica/recurso exaustivamente ou excessivamente. Tenha atenção que o objectivo é servir os interesses e gostos dos seus leitores. Caso não tenha outros conteúdos de forma a fazer ligações internas nas suas novas páginas, descarte esta opção.

Ponto #3: Estrutura do URL (endereço da página)

Neste terceiro e último ponto, gostaríamos de chamar a sua atenção para, o endereço URL individual de cada página do seu website. Como deve imaginar existe um benefício inerente na integração das suas palavras-chave neste método de navegação.

Os passos específicos necessários para tornar o URL de cada página do seu website, SEO-Friendly, dependem em muito de como é o seu site, apenas páginas HTML ou se está a utilizar um gestor de conteúdos (CMS), por exemplo o Wordpress, Joomla ou Magento.

Sites em HTML

Se o seu site é todo ele em HTML, o endereço URL para cada uma das páginas do seu website é feito com base no nome que atribui ao ficheiro HTML que corresponde a cada uma.

Por exemplo, se está a utilizar um programa de edição como o Dreamweaver para criar novos artigos, páginas, etc., e guarda os ficheiros da seguinte forma “o-meu-novo-artigo.html”, o endereço URL completo para aceder a essa página seria algo do tipo, “http://www.o-meu-dominio.pt/o-meu-novo-artigo.html”.

Como vimos no exemplo, podemos partir do pressuposto que o website pretende ser classificado para a palavra-chave, “o meu novo artigo”. Então, em vez de atribuir qualquer nome ao ficheiro HTML, quando o vai guardar, tenha em mente que deve guarda-lho com o nome que mais potencializa a palavra-chave que está a utilizar.

Assegure-se de separar as várias palavras com um “-“, em vez de utilizar o “_”, pois os motores de busca podem interpretar palavras separadas com “_” como uma única palavra.

Sites CMS

Tipicamente, a maioria dos CMS tornam muito fácil a optimização dos URL para SEO, no entanto pode ter que efectuar pequenas configurações de forma a ter o melhor benefício possível.

Poe exemplo, no caso do Wordpress, irá necessitar de primeiro navegar até “Ligações Permanentes” na secção “Definições”, no seu painel de controlo e seleccionar a opção para estrutura de ligações, que inclui o título dos seus artigos no URL definido para cada artigo. Se não fizer esta alteração, por defeito os seus URL serão do seguinte modo:

Ao seleccionar a opção “Título do Artigo” no painel “Ligações Permanentes” os seus URL’s passaria a ficar do seguinte modo:

Esta pequena variação é muito benéfica para os leitores, pois é mais apelativa visualmente e confere uma vantagem na classificação SEO do seu website, ao permitir a utilização de palavras-chave no endereço URL.

Se estiver a utilizar outro CMS que não seja o Wordpress, consulte a Ajuda que cada um disponibiliza respectivamente, de forma a ter também URL’s SEO-Friendly no seu website.

Caso não esteja agora a iniciar o seu website, mas já tem hà algum tempo um website que não está estruturado desta forma, não existe qualquer problema, adopte já estas medidas nos seus novos conteúdos, e vá actualizando pouco a pouco o seu conteúdo anterior.

Com o seu esforço e dedicação irá certamente ter grandes benefícios no que respeita à classificação SEO do seu Website ao longo do tempo.

 

Lido 2884 vezes Modificado em sexta, 15 fevereiro 2013 12:44
Nuno Simões

Director Técnico na WebDevXtream.com
Programador Informático / WebDeveloper
Marketing Digital / SEO / SEM
Adepto do OpenSource

"Um projecto só termina quando o cliente está satisfeito."

Site: www.webdevxtream.com

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.

Subscreva a nossa Newsletter

Scroll to top